Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor


TRADUTOR/TRADITOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified translator

ORA A HORA



Comentários recentes


Favoritos




Mensagem de Boas Vindas

Este blogue é feito por Amigos para Amigos, porque a Amizade é uma das melhores coisas da vida. Quem vier por bem será bem acolhido. Sejam bem vindos!

Lagosta suada

por Henrique Antunes Ferreira, em 24.03.16

Antunes Ferreira

jhonsy 1.jpg

 

O sol daqui não brinca em serviço: tal como o anúncio de antigamente queima que se farta. Em Benaulim, praia bonita, sossêgada Johncy, Bar & Restaurant, food multicuisine, onde os waiters já nos conhecem, quase já sabem o que é nosso breakfast tão variado quanto as propostas que o menu traz. Penso que eles jogam ao par ou no, com a nossa escolha o que lhes rende umas rupias mais. Virados para o mar ali mesmo à beirinha a duzentos e cinquenta metros de distância (na monção e maré cheia o oceano galga soberano até ao edifício...)

Tirámos assinatura durante os 26 dias em que lá estivemos, duma mesa para quatro - por bastantes vezes chegaram convidados - mesmo junto ao corrimão que a separa da areia. Todos os dias vamos até lá nos táxis da família Almeida, Aleixo Caridade & filhos. Vêm buscar-nos ao Ocean Grove, em Colvá, magnífica urbanização onde fica o apartamento com A/C (ar condicionado), do padre/primo Francisco que quando lhe perguntei já alguns anos quando era a renda, me respondeu 20 padre-nossos e 30 ave-marias....
 
Não creio que seja caro pois tem guarda fardado ao portão de entrada, jardim infantil e outras mordomias. O primo, mais do que padre, exerce o seu munus na Austrália e só vem a casa em momentos especiais. É um senhorio bué da fixe! Há uns anos tentou vir para uma paróquia de Lisboa, mas não chegou a... chegar. António Ribeiro, meu Amigo do peito e da RTP, ainda não era Patriarca; se já o fosse cantaria o galo por outra pauta e o primo/sacerdote estava em terra de fala lusa.
 
Adiante, que isto é uma estória de pasmar, e um dia destes conta-la-ei com todos os efes e erres. Volto ao enunciado do dia-a-dia. Os nossos motoristas vêm buscar-nos às dez e meia da manhã e trazem-nos de volta a casa pelas cinco horas p.m. O que quer dizer que também almoçamos no Johncy. Por isso temos tratamento VIP, pois até o patrão que diz umas coisas em Português já veio à nossa mesa perguntar-nos o que queríamos mais. E o empregado-conhecedor: first a bottle of water and twenty five kilos of ice... O Senhor Pavlov não é para aqui chamado; seria um despautério coloca-lo neste paradisíaco local. O mesagarfo nada tinha a ver com a campainha do russo. Sejamos francos: não se tratava de reflexos condicionados; era apenas o repetir o pedido habitual do consumidor.
 
Depois do banho e do astro-rei com o papo para o ar, segue-se um almoço frugal pois o pequeno (?) almoço fora tardio. Especializei-me veg pakora que, também prometo, explicarei em seu tempo. Entretanto chegam as vendedoras de pulseiras e colares em prata "verdadeira", tecidos diversos e multicoloridos, canetas alusivas, um bric-a-brac que motiva ou um não forte ou um começo de discussão sobre preços. A Raquel é uma exploradora da classe ope..., perdão uma especialista no bargain - não seja ela goesa. Isso diz tudo; tem um procedimento que me põe os cabelos em pé: face à quantia pedida oferece vinte por cento - do valor solicitado.
 
Aí começam as negociações enquanto leio "Os cães da guerra" de Frederick Forsyth que conta uma estória de mercenários. Deleito-me também a assobiar para o ar, fingindo que não é nada comigo; e até é. Vem o gajo das massagens sem mácula e o que oferece tatuagens, verdadeiras, a picar, ou falsas por decalcomania que duram at least a month, with bain. Enxotam-se, mas algumas são tão coloridas que chamam a atenção de duas senhoras da mesa ao lado, que são inglesas usam bikini e pesam no mínimo uns cem quilitos. O marido duma - ou será das duas, num ménage à trois (?) com excesso de peso - fuma sofregamente um charuto enquanto lê o Times de quatro dias atrás.
 

para.jpg

 

São uns dias bem passados no ripanço: na areia junto ao oceano um grupo da malta oferece um passeio de paragliding que já experimentei e até repeti. (ver outra croniqueta sobre o tema) e há uma moto- náutica que se pode alugar. Na praia de Benaulim não se encontram vacas (sagradas?); é um local respeitado e respeitável, onde há turistas de raças e qualidades diferentes. Indianos de outros estados que aqui vêm passar uns dias de férias e beber álcool - nos de origem a venda e o consumo público são proibidos - e aqui desforram-se.
 
Há parzinhos ocidentais de mãos dados e óleo para o sol protecção alta, pois vieram despachados na versão e cor leitosa e querem alcançar o nirvana moreno. Há ainda uns senhores abonados, de Rayban escuros, que se abraçam às meninas suas secretárias; em casa as digníssimas esposam julgam que o caro-metado foi participar num workshop na Ericeira. Mas, como se entende não foram; estão em Benaulim a gozar que nem uns frades de pança repleta e, ainda por cima (ou por baixo?) agarrados às maminhas das eficientes funcionárias para todo o serviço. E finalmente há quem vá passear na areia, inclusive à beira-mar, os indianos, eles de fato e gravata, elas de vestido à moda dos anos cinquenta.
 

 

img_6739-001.jpg

 

Vêm senhoras de sari a tomar banho vestidas nas salsas ondas. É uma praia como todas as praias só que esta é em Goa. A Raquel chama-me para que eu saia do sol. Estás vermelho que nem uma lagosta. E digo só para mim: com o calor que está sou uma lagosta suada - mas sem panela...

Autoria e outros dados (tags, etc)


20 comentários

Sem imagem de perfil

De Gonçalo Pereira a 24.03.2016 às 19:37

Grande punchline, a lagosta suada! Belo texto. És como o "nosso" Adrien: estás sempre em forma.
Estive a estudar esta semana um conjunto de textos que coordenaste: o suplemento de aniversário dos 120 anos do DN, em 1984. Belo trabalhinho!
Abraço amigo.
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 26.03.2016 às 14:31

Gonçalamigo

Obrigado pelo que me dizes que, aliás é excessivo. Sabes que eu tento ser o melhor possível em qualquer coisa que me proponho fazer. O número dos 120 anos foi o maior - em termos de páginas - que o jornal teve e o êxito deveu-se a quem nele participou, eu limitei-me a coordena-lo... Alguém tinha de o Fazer e o Mário Mesquita escolheu-me. É a vida...

Abç do Leãozão

NE - ontem nem o Jesus (Cristo) faria melhor do que o incrível Stoyanov... Fui-me deitar às quatro horas am. Desastre após desastre; os fusos horários são fo... tramados.
Sem imagem de perfil

De Cidália Ferreira a 24.03.2016 às 22:40

Parabéns por mais um belo texto
As lagostas tem boa cor, talvez por estarem suadas, lool

Uma Santa e sossegada Páscoa
Beijos

Coisas de Uma Vida 172 (http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/)
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 26.03.2016 às 14:34

Cidáliamiga

Se eu publicar uma foto minha sem ser selfie, verás realmente o que é uma lagosta suada; ou melhor, o que ainda continua a ser...

Qjs picantes do Leãozão
Sem imagem de perfil

De Irene Alves a 25.03.2016 às 17:55

Gostei deste seu post! Nota-se que está de bem com a vida.
Desta vez as férias estão a correr bem, felizmente.
Lagosta...aí de que coisas o amigo fala!!!
Já nem me lembro do gosto de tão raridade - para mim -.
Boa Páscoa.
Um abraço amigo.
Irene Alves
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 26.03.2016 às 14:40

Irenamiga

Muito obrigado. A lagosta por cá também não é barata: 4,6 € o quilo... Por essas e por outras as ferias deste ano são como... férias. No entanto já caí uma vez... Mas consequências só foram uns riscos nos ólicos..O oftalmologista gostou...

Qjs picantes do Leãozão
Sem imagem de perfil

De carol a 25.03.2016 às 21:39

Ui, que sortudos este Henriquamigo e Raquelamiga!! Estou aqui verde de inveja!!! Não se nota? Até espumo....

Boa continuação meus queridos amigos, que as coisas boas são só para quem as merece...

Beijinhos e Boa Páscoa!
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 26.03.2016 às 14:47

Carlorsampaiamiga

Não entendo o porquê da tua afirmação... É muito simples: tomas uma aeronave para o aeroporto de Dabolim - e já está. E vais ver o que é bom, aliás, óptimo...

Boa Páscoa com muitas amêndoas e costa, digo, com maiúscula. O tipo é meio goês...

Qjs picantes do casal, que inclui o Leãozão
Sem imagem de perfil

De Agostinho a 26.03.2016 às 22:47

Uma crónica de truz que dá a entender que o paraíso intacto se encontra na Índia. Ainda por cima sem vacas quadrúpedes. E nós por aqui a apanhar frio e chuva que já esbarronda a alma dum pobre.

20 padre-nossos e 30 avé-marias eram a penitência necessária para se obter o perdão de pecados veniais, imposta pelos confessores de serviço na desobriga. Isto no tempo em que, de calções, se iam soprar as faltas após aturado exame de consciência, algumas, claro está, outras ficavam por dizer. Assim, a renda estabelecida pelo padre-primo só pode explicar-se por distração ou doença profissional. Ou então pagamento de alguma promessa antiga.

Para o casal Ferreira "boa continuação" e que venham mais histórias no tempero certo. Pela amostra, vale uma aposta.

Abraço, Leãozão.
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 27.03.2016 às 07:11

Agostinhamigo

Tem Vossa Referência, ops, Reverência muitíssima razão; mas em data como esta, domingo de Páscoa (que há que guardar) não entro em teorias que só conspurcam os ditames sagrados dos lídimos representantes da Santa Madre Igreja Católica Apostólica e Romana. Por isso nada de comentários ímpios e sacrilégicos.

O primo que também é padre lá pelas Austrálias sabe de teologia e de outras minudências e por isso possui o quase dom da infalibilidade. Por isso bendito seja assim na terra Colvá como na praia de Benaulim.

Estórias? Já tenho mais umas fruto da estada em Colvá, sem Internet nem televisão. Precisava de ocupar o tempo e nada melhor que esse recolhimento e escrita. Verá-se quando poderão vir à luz diafana destas paragens.

E por hoje é tudo. Espero sofregamente resposta de Vossa Insolência. Deo gratias, ite missa est

Representando o casal Ferreira envia respeitosamente um abç

Leãozão
Sem imagem de perfil

De Graça Pires a 28.03.2016 às 13:11

A mim já me apetecia um calorzinho assim... Um texto excelente como sempre.
Beijo.
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 28.03.2016 às 15:57

Gracitamiga

Poizé. Só de pensar que a 30 de Abril se acaba esta boa vida... nem sei o que te diga

Qjs do Leãozão
Sem imagem de perfil

De Rui Espirito Santo a 28.03.2016 às 21:35

Gostei de ver aquelas fotos da praia de Benaulim em que te amarraram para pôr a assar lá bem no alto ! rsrs
Depois, claro ficas bem como a lagosta suada, corpo bem vermelho e a suar !

Continuação de boas férias, Henrique ! :))
Abraço
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 29.03.2016 às 08:42

Ruizinhamigo

Não respondo a provocações!!!!!!! :-))))))))))

E por aí chove pra car... são só cargas de água... Bem feito!!!!

Qjs & abçs do casal Ferreira (que integra o Leãozão)
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 29.03.2016 às 05:01

FerreirAmigo,
Já percebi que estás aí num tormento e mortinho para ir embora (tá bem abelha!!) .
Gozem muito, desfrutem do que é bom que isso é que é importante.
Grande abraço para ti, beijinhos para a Raquel, boa semana
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 29.03.2016 às 08:46

Coimbramigo

Ainda falta mais de um mês... :-)))))

Mas temos saudades dos nossos xildrê e dos grâde xildrê

Qjs para as tuas mininas e um abç picantes do Leãozão
Sem imagem de perfil

De ana a 29.03.2016 às 09:05

Adorei rever esta praia.
Passei pelo Johncy e a atmosfera que descreve é essa. Não estive a fazer praia, estive só a passear, vestida à beira-mar. Não vi vendedores de tecidos e pulseiras. Havia oferta de massagens e outras solicitações mas não eram do meu interesse.
Gostei da praia enorme e de ver as mulheres a tomar banho vestidas. Vi muitas alemães e ingleses e alguns franceses e tive uma história gira mas foi tudo de passagem. Tenho saudades.
Beijinho grato pelas memórias que despertou.
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 29.03.2016 às 17:30

Aninhasamiga

Nestas coisas há sempre momentos gratificantes, a saber: ainda há quem me leia; e também existem recordações por parte da comentadora que conhece Goa. Ainda bem que assim acontece: o ego enche-se com um balão (ver peça que um dia destes se vai seguir...)

No concernente ao que viste a imagem permanece e com tanta beleza Benaulim é um verdadeiro deslumbramento. É uma praia do Sul - que são as melhores. As do Norte estão sujas e pejadas de gente, incluindo senhoras velhas usando ridículos biquínis, que lhes seguram as mamas flácidas e pendentes...

Muito obrigado

Qjs do Leãozão
Sem imagem de perfil

De Majo a 02.04.2016 às 18:11

~~~
'' Ka ganda '' lagosta suada sairias, afillhadão!

Eras pitéu
para fartar todos os amigos blogosféricos!

Perdíamos as tuas incomparáveis crónicas...

~~~ Gostei de te ler, amigo.

Beijinhos para o mais simpático casal de Goa.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 04.04.2016 às 20:13

Madrinhamiga

O "mais simpático casal de Goa" agradece os votos e devolve-os. Foi tudo muito interessante mas não percebi essa do "pitéu"; talvez seja muito surdo, muito gordo, muito belo, muito inteligente, muito sábio, muito esperto, mas ninguém me come juro mesmo :-)))))))))))

Estamos a 26 dias da partida para essa vida tristonha de Portugal. Já tenho saudades de Goa (e ainda estou cá...) mas também tenho saudades da minha malta - de filhos a neta e dos meus amigos de lá...

Qjs & bjs do dito casal chefiado (???) pelo teu afilhado Leãozão

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor


TRADUTOR/TRADITOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified translator

ORA A HORA



Comentários recentes


Favoritos