Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor


TRADUTOR/TRADITOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified translator

ORA A HORA



Comentários recentes


Favoritos




Mensagem de Boas Vindas

Este blogue é feito por Amigos para Amigos, porque a Amizade é uma das melhores coisas da vida. Quem vier por bem será bem acolhido. Sejam bem vindos!

Se ainda fosse Natal

por Henrique Antunes Ferreira, em 29.12.15

Século.jpg

  

 Vou à festa!!! Venhooo da feeesstttaaa… Desde sempre a alegria de ir prá farra é dito por quem vai num tom álacre, de satisfação, à espera do que se encontrará, do que se comprará, do carrocel, da roda gigante, dos carrinhos eléctricos, do túnel do amor, da cigana Marianita que sabe a sorte da gente e conta a vida toda, são só quinze tostões e dos vendedores de panelas, a tombola vai rodar, meninas e senhoras concorram, a sorte não escolhe a felizarda, mas pode ser que desta vez… e o cavalheiro de bigode e que usa óculos, que está ali à ponta, também vai concorrer, basta comprar o número ou vários, quantos mais compre, mais pode acertar, vai andar a rodaaaa!!! Voltar é que é uma porra, com os pés a arrastar…

 

 

carrocel 33.jpg

 

Era assim quando Godofredo com os seus sete anitos, ia com os pais à Feira Popular. Que na altura tinha um significado especial: a sua receita ia para a Colónia Balnear do “Século”. Depois de percorrer todos os divertimentos ó pai posso andar no carrocel, posso comer algodão doce? Posso? Posso? E o Matias a desembolsar, os maridos existem para pagar, é só por esta vez, e a dona Gertrudes, sobraçando uma torre de tachos, o alumínio não é lá grande coisa, mas por vinte e cinco tostões é barata a feira, quando as mostrar à tua irmã Pulquéria vai-me invejar, mas a mana já viu, os fundos dos tachos são finíssimos, mais cedo do que espera vai ao fulineiro para lhes deitar uns pingos. Ela vai ter é dor de corno. De cotovelo, mulher, deixa a mana sossegada, estás sempre a dizer mal dela, Matias ela é uma ranhosa e intriguista e invejosa.

 

Faltam apenas as barracas da sardinha assada com salada de alface, cebola e muitos pimentos e vinho de barril que nem para na garganta, ó pai, eu quero comer uma bifana num papo-seco e batatas fritas, ai comes, comes uma chapada nas trombas e deixa-te de choradeiras, os meninos não têm gostos, muito menos fazem encomendas, mas ó Matias a criança não gosta de sardinhada, pronto, venha a bifana - limpa-lhe o ranho do nariz… - e pra beber um pirolito. Com berlinde, pai? Posso partir a garrafa? Matias não diz que sim, nem que não, pode haver por ali um chui e está o caldo entornado. Mas no fundo e para dentro ordena  – parte!

 

MP %.jpg

 

Acabou-se o Natal não há mais pinheiro, serrado à noite em Monsanto, proibidíssimo, meteu-se o presépio na caixa de sapatos onde fica a marinar, agora só para o ano, já se comeu a roupa velha, depois voltará à escola, à carteira fazendo dupla com o Jacinto, às folhas de papel almaço, ao quadro preto, ao giz, à Bufa (a Mocidade Portuguesa) e à dona Pulquéria e ao ponteiro e à menina dos cinco olhos e às orelhas de burro, à janela para toda a gente ver, que era o que chateava mais. Caluda seus molengões, não quero ouvir uma mosca, vamos ao ditado! Cada erro, cada palmada, seus galdérios!

 

Mas, o Jacinto a bichanar, o que foi que te deu o Menino Jesus, então não havia o Pai Natal, um cavalo com rodas, castanho com selim encanado e tudo, até rédeas. O ponteiro bateu-lhe numa orelha, doeu, mas não chorou, aguentou firme que nem uma rocha. Se ainda fosse Natal…

Autoria e outros dados (tags, etc)


24 comentários

Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 29.12.2015 às 03:08

FerreirAmigo,
Fizeste-me recordar tempos idos, distantes, que não voltam.
Que deixaram saudades nalguns aspectos, um profundo sabor a fel noutros.
Este texto está supimpa!!
Grande abraço para ti, beijinhos para a Raquel
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 29.12.2015 às 23:38

Coimbramigo

Ainda bem que gostaste; são coisas que me passam pelos olhos e quando me dá na veneta surgem no papel. Bom ano novo também aí por Macau, embora o ano novo chinês seja outra loiça...

拥抱你,亲吻你的三个女孩 Leãozão (e não convém falar no Lotepegui ou lá o que é...
Sem imagem de perfil

De Observador a 29.12.2015 às 09:48

FerreiraAmigo
Fique V. Exa. a saber que também andei metido na 'Bufa'. Nunca vesti farda nem nunca cantei o hino respectivo.
É que a MP organizava eventos desportivos e, como desportista muitifacetado, lá estava eu. Sem fardas nem hinos.

Natal, o de 2015 já lá vai. P'ró ano há mais.

Que o meu amigo e sua digníssima esposa estejam bem de saúde, são os meus votos.

Abç
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 29.12.2015 às 23:55

Observadoramigo (posso saber qual é o teu nome no Cartão de Cidadão? Se sim, manda-mo por imeile; se não continuamos amigos)

... e eu não passei de "lusito" com desfile na Avenida da Liberdade até aos Restauradores. A meio da dita avenida troquei o passo, foi-se a formatura e levei um bofetão do hoje "realizador progressista" Cunha Teles que na altura era... comandante de Falange da MP. Mas tudo voltou ao normal, excepto eu que depois da lambada cavei e camuflei-me com a assistência... :-)))

E assim terminou uma carreira na Bufa que se augurava excelente. :-(((

Abç do Leãozão
Sem imagem de perfil

De Ana Ruas Alves a 29.12.2015 às 13:34

Gostei deste "textículo".
Uma viagem ao passado que é bom ser relembrado para dar a conhecer às novas gerações.
Feliz Ano Novo!
Beijinho. :))
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 29.12.2015 às 23:57

Aninhasamiga

Como julgo que sabes não sou saudosista; mas concordo contigo: é bom que a gaiatada aprenda o que foram esses tempos do "Estado Novo" (???)

Qjs do Leãozão
Sem imagem de perfil

De Manuel Penteado a 29.12.2015 às 19:10

Para começar, então a tua personagem não sabia que o alumínio não vai com pingos.
Adorei esse percorrer de lembranças de tempos idos, muito maus mas saudosos.
A Feira Popular era, de verdade, obrigatória. Fazia parte dos passeios despejados, da salada de fruta, dos miaus com uma garrafinha de Magos é daquele barulho de motores das diversões.
Foi muito bom recordar.
Um abraço
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 30.12.2015 às 00:02

Manelamigo

Era assim mesmo: o alumínio não aguentava pingos mas a maltosa julgava que sim e não dispensava o "funileiro à portaaa!" mais a gaita.

Sou do tempo da Feira Popular em Palhavã. E crio que não é forçoso escrever mais. Olha as farturas freguês! São pró menino e prá menina a cinco tostões...

Abç do Leãozão
Sem imagem de perfil

De Fê blue bird a 29.12.2015 às 20:51

FerreirAmigo:

Que nostalgia senti ao ler este seu excelente texto. Não fiz parte da Bufa, mas viajei bastante nos carroceis da feira popular e tive direito a orelhas de burro :)
Um Natal tão distante, recheado de coisas boas e menos boas :)

Desejo-lhe e à Raquelamiga um Feliz 2016 !

beijinhos para ambos

Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 30.12.2015 às 00:05

Fernandinhamiga

Poizé querida amiga, são tempos que já lá vão e apesar do António Mourão não voltam para trás...

Bjs da Raquel e qjs do Leãozão
Sem imagem de perfil

De Cidália Ferreira a 29.12.2015 às 21:07

Belo texto...
De Alemanha, lhe mando as melhores saudações.

Tenha um excelente ano de 2016
Beijos de boa noite´

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 30.12.2015 às 00:08

Cidáliamiga

Vielen Dank und große neue Jahr

Qjs também para ti

Leãozão
Sem imagem de perfil

De Agostinho a 29.12.2015 às 22:51

Temos aqui uma memória que temos na memória. Ao lê-lo fiz o flashback do filme (meu). Imagina, até eu andei na bufa, fardado a preceito, com S e tudo - 1.º de Dezembro e 10 de Junho eram da praxe. Bué de fixe a pintura que fazes. Quem será o menino da história? Será só ficção?
Gostei da forma escorrida da narrativa. Contudo, tens de te cuidar com os "puristas" - isto não é poesia - tens de evitar pingos de solda e outras situações que possam ser tidas como inverosímeis.
Sem mais nem menos, antes menos que mais; a rede anda rubra nesta altura.
Boas férias e Bom Ano Novo prosperamente sem mais Banifes e muita saúde.
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 30.12.2015 às 00:16

Agostinhamigo

A memória é curta; a do elefante dizem que não é... Nunca fui elefante nem conheci elefanta por isso só posso dizer... "dizem"

Como podes ver na resposta acima, fui um perigoso sabotador da Bufa ufa e só era "lusito". Imagina se tivesse siso comandante de castelo... Era o fim da picada - e dos desfiles...

Pingos de solda? Fazem-me lembrar daquela dos pingos de solda na menina do olho; palavrões é que não!...

Abç do Leãozão, vou ali a Goa, mas volto já...
Sem imagem de perfil

De Graça Sampaio a 29.12.2015 às 23:27

Ui, Henriquamigo! O de memórias que trouxe aos meus olhos! Os tachos de alumínio e o funileiro à porta... O pinheiro verdadeiro (e não de plástico) com aquele cheirinho que deixava na sala... Cada erro, cada palmatoada...

Será que estou a ficar velha?!.... eh eh eh eh...

Beijinhos e votos de Feliz Ano Novo!
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 30.12.2015 às 00:20

Gracinhamiga

Deixa-te de tretas; o povo diz que velhos são os trapos. Mas, verdade, verdadinha, estamos todos...

Bjs da Raquel e qjs do Leãozão que no dia 16 de Janeiro parte (partimos) para Goa, mas volto (voltamos) já, ou seja a 30 de Abril
Sem imagem de perfil

De Majo a 30.12.2015 às 00:38

~~~
~ Muito interessante, a tua crónica com sabor 'vintage',

~~~~~~ uma verdadeira aula do século passado!

~~~~~ Para que a triste memória não se apague...

~~ Gostei muito do estilo - realista com alegre ironia...

~~~~~~ Dias plácidos, felizes e auspiciosos.

~ Alegres abraços e beijinhos para o casal Antunes.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 30.12.2015 às 02:11

Querida Madrinhamiga

Gosto de ler os teus comentários que tocam em diversos pontos do texto como se de alíneas se tratasse.

Do "vintage" até à memória (que não se pode nem deve apagar) do estilo realista aos dias auspiciosas tudo se conjuga para finalizar com alegres abraços e beijinhos para o casal Ferreira...

Por isso a Raquel e eu te retribuímos os votos. Oxalá 2016 que já está ali à porta nos traga o que (ainda) queremos... Bjs & qjs
Sem imagem de perfil

De Majo a 30.12.2015 às 08:59

~
~~ Meu afilhado querido.

Lamento não escrever um comentário mais preciso,
mas ando numa ''correria'', pois são muitos amigos,
na blogosfera são cerca de trinta, estão publicando
bastante nesta época e, como tu, precisam do meu
mimo e incentivo.

~~~~~~ Sei que compreendes. Beijinhos.~~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 30.12.2015 às 20:56

Querida Madrinhamiga

Não te preocupes, a tua vinda é sempre bem acolhida e neste tempo de Festas a maioria da malta não sabe para onde se virar...

Aproveito para te fazer um pedido. Não são €€€€€... :-)))

Diz àquelas e àqueles com te correspondes que há este blogue, para ver se tenho mais visitas e mais comentários. Como sabes, estou a recomeçar do... zero. Muito obrigado

O casal Garci.., oops, Ferreira deseja-te um 2016 menos complicado... com muitos bjs e qjs
Sem imagem de perfil

De AC a 31.12.2015 às 18:07

O que essas memórias ainda têm para nos contar...!
Continuas a escrever em grande, Henrique.

Um Feliz 2016! :)
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 31.12.2015 às 18:38

Agostinhamigo (A) - Já tenho outro que a partir de agora será o (B)... :-)))))

Excelente este reencontro. Os amigos são sempre... amigos. E muito obrigado. Vou tentando escrever... Até para o ano!

Abç do Leãozão

Comentar post


Pág. 1/2




Mais sobre mim

foto do autor


TRADUTOR/TRADITOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified translator

ORA A HORA



Comentários recentes


Favoritos