Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor


TRADUTOR/TRADITOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified translator

ORA A HORA



Comentários recentes


Favoritos




Mensagem de Boas Vindas

Este blogue é feito por Amigos para Amigos, porque a Amizade é uma das melhores coisas da vida. Quem vier por bem será bem acolhido. Sejam bem vindos!

Testículos ou tomates

por Henrique Antunes Ferreira, em 29.05.16

2-general-practice-waiting-room-adam-gault.jpg

 

Na sala de espera do dentista onde me encontrava desde o Quaternário (impressão minha dada o atraso do ilustre clínico pois a consultava marcada para as 15:00 TMG e com o decorrer lento do tempo, já eram 22:30 também TMG) entrou um senhor preto de óculos escuros, vestindo um fato branco e sobraçando uma pasta Camel de cabedal puro. Do animal que o fornecera bem contra vontade, eu não fazia a mínima ideia; não sou especialista em couros, mas posso afiançar que não era imitação em plástico.

 

A empregada do atendimento, perguntada pelos doentes se o doutor já chegara, há horas que respondia que não, mas estava quase. Havia mais pessoas à espera do odontologista todas com cara de caso, lendo as tradicionais revistas de há dez meses – se não mais – jogando em smartfones, telefonando para um familiar que se encontrava na Patagónia, alguns ouvindo música através de auriculares, outros ainda classificando o atrasado com vocábulos impublicáveis mas com os quais  as parceiras e os parceiros concordavam. Enfim, o habitual.

 

  O senhor preto que entrara (que em linguagem politicamente correcta devia ter chamado africano, mas há-os

closeup-happy-old-black-man-smiling-camera-2570687

 

também brancos, mestiços, mulatos e similares, por isso fico na minha e também porque sei que negro nos EUA é pejorativos, eles dizem black people) depois de se ter informado na menina do balcão deitou os olhos pela assistência em busca de cadeira. Mas, ai, estavam todas ocupadas…; por via disso o cliente num gesto de grande dignidade e alguma esperança decidiu-se por esperar de pé.


 No assento ao lado do meu encontrava-se um sujeito da minha colheita de quarenta que falava em decibéis bastante menos simpáticos. De quando em vez baixava o tom da voz e consultava o relógio, aliás um Rollex verdadeiro e em ouro, e murmurava um qualquer comentário mas mesmo assim perfeitamente audível. O médico atrasado creio que não gostaria de ouvi-lo até pelos calões que o cavalheiro usava. No entanto ouviam-se uns tem toda a razão.

e1e438db0ae35fa98110f3677cf8ab5b.jpg

 

A empregada levantou-se e foi abrir a porta de entrada pela qual penetrou um homem com cara de assassino, ainda por cima mal disposto: era o estomatologista. Nem as boas noites deu, muito menos pediu desculpa do atraso. Há homens assim e por isso falei com os meus botões que o senhor Darwin tinha razão. Entrou no seu gabinete do tipo inquisitório qual Torquemada preparando mais um auto-de-fé.

 

Mesmo assim renasceu a esperança no atendimento embora bastante tardio e a gente entreolhou-se; uma senhora obesa avançou convictamente: era a primeira da lista de marcações que um computador apresentava. Nisto tocou o intercomunicador, a empregada travou a cliente e chamou o senhor de fato branco. Fechada a porta do consultório já com o cidadão lá dentro, o meu colega de assento falou alto e bom som que andara na guerra do Ultramar e para ele os pretos apenas eram alvos das G3.

 

Por-que-tu-testiculo-izquierdo-cuelga-mas-bajo-que

 

Não se ouviram aplausos mas a concordância era evidente; porém a recepcionista respondeu que o senhor de fato

branco e pasta Camel também andara na guerra colonial vestindo a farda do exército português e fora lá que uma mina lhe partira os maxilares e arrancara quase todos os dentes por ter-lhe rebentado na cara. E acrescentou que ainda fizera mais estragos: cegara-lhe uma vista partira-lhe uma perna e também ficara sem os testículos. Por isso passara à frente da restante clientela. Fez-se um silêncio na sala. E do fundo dela surgiu uma voz: agora é que vamos ver quem tomates - pretos?’

Autoria e outros dados (tags, etc)


27 comentários

Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 04.06.2016 às 13:00

#PEDIDO & AVISOS#

Maltamiga

Hoje não dou resposta a ninguém; aliás foram poucos os comentários. E, como sabem. Quero sempre mais e mais…

Venho fazer um pedido a todas e todos os bloguistas amigos e dar uma informação que, aliás, são três…

Quero meter no blogue A NOSSA TRAVESSA http://anossatravessa.blogspot.pt a coluna ADERIR A ESTE SITE o que significa ter muitos seguidores.

Mas como sou um verdadeiro burrinformático não sei patavina sobre a maneira de o criar… Por favor ajudem-me para o pôr. Mas detalhadinho para eu entender; penso que não será preciso fazer um boneco no/s imeile/s que por certo me vão enviar. Mas, sei lá… A Taisamiga já me disse como fazê-lo, mas não fui capaz…Tirem-me desta ansiedade…

Recordo que o meu imeile é ferreira20091941@gmail.com
Muito obrigado

Quanto às informações: a) Estou a finalizar os trabalhos necessários para o CONCURSO na NPSSA TRAVESSA que muito em breve será anunciado; b) No próximo textículo dou uma de filosofia com o título DA VELHICE. Este blogue A Travessa do Ferreira passa a ser apenas de arquivo, para salvaguardar qualquer “desastre” como os que já me aconteceram. Comentários e outros devem publicados SÓ na NOSSA TRAVESSA.

Leãozão

DIGAM-ME SE LERAM E ESTÃO DE ACORDO Obrigado


Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor


TRADUTOR/TRADITOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified translator

ORA A HORA



Comentários recentes


Favoritos