Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor


Comentários recentes


Favoritos


subscrever feeds



Mensagem de Boas Vindas

Este blogue é feito por Amigos para Amigos, porque a Amizade é uma das melhores coisas da vida. Quem vier por bem será bem acolhido. Sejam bem vindos!

É mesmo velho...

por Henrique Antunes Ferreira, em 29.11.15

 

 

 

Só quando se chega a uma provecta idade se dá conta que o Mundo mudou (quase) completamente: é o meu caso. Parece vergonhoso reconhecê-lo, mas não é. Um homem é um homem e um gato é bicho. Vejam-se alguns exemplos diversos. Na linguagem dizia-se uns anos afastados muito bom; hoje é bué da fixe; como estás meu amigo? Agora para simplificar como tás meu? Adulto é cota. Isto implica situações chatas e por vezes complicadas. Porém não é só na linguagem. Um exemplo.

 

Há uns doze/treze anos conversava com os meus netos sobre as coisas do antigamente. Vocês sabem que o avô ainda usou telefones de manivela? De manivela? E não havia smartfones? Tabletes? Play stations? Nada disso, oh, oh… Usei mesmo telefones de manivela mais ou menos iguais aos que aparecem nos filmes de cobóis… Cobóis? O que é isso? Lá tive de explicar o que eram os ditos cujos que geralmente batiam-se com s bandidos e sacavam mais rapidamente do que eles. Sacavam? Ganda seca! Resumi a informação e passei para outra onda (curta).

 

 

Eléctricos abertos2483487.jpg

 

 

No meu tempo havia eléctricos sem paredes laterais, abertos… Como assim? Laterais? Abertos? Pois era; para facilitar a entrada aos passageiros pois s bancos eram corridos. Essa agora… E como se chegava à máquina distribuidora de tíquetes e de validação? Não havia, eram os cobradores que picavam os bilhetes e os cobravam e para isso traziam uma carteira em tiracolo para guardar  o dinheiro e fazer os trocos. Chamávamo-los pica-bilhetes e eles não gostam. Então nã existiam autocarros nem metro?  Os primeiros havia; metro, nem pensar.

 

Bom, os carros não traziam cintos de segurança. Não traziam cintos de segurança? Mas isso era um ganda p’rigo! Muito menos airbags… E então quando  os carros chovavam? É tudo muito estranho. Sem cintos de segurança e sem airbags não se podia andar. Um cota era apanhado e comia uma ganda multa! Os chuis passavam logo o papel e recebia as notas registando-as num computador. Num computador? Sim, mais pequenos do que um laptop. Os cinco olhavam-me desconfiados, mais do que espantados.

 

E lá no fundo do sofá surgiu um comentário: o avô é mesmo velho… Pelo sim, pelo não, nunca mais lhes coisas do antigamente. Um homem tem os seus direitos…

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De CÉU a 01.12.2015 às 11:40

O comentário anterior não é ANÓNIMO, coisa nenhuma. É meu, ou seja, da CÉU. Esqueci-me de preencher os dados, que, agora já estão guardados no Sapo.

Mais beijos (vai/vão ficar com as faces vermelhíssimas, com certeza, de tantos beijos enviados, logo de manhã), mas ambos merecem.
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 01.12.2015 às 19:52

Ceuzitamiga

Como sou muito inteligente, perspicaz e culto (tal como o C. Silva) já tinha "descobrido" quem era a anónima (ver resposta acima)

Quanto aos beijinhos - quanto mais, melhor

Qjs do Leãozão e bjs da Raquel
Sem imagem de perfil

De CÉU a 02.12.2015 às 11:14

Buenos dias, guapo Henrique!

Ter "decobrido" não é pra toda a gente, mas só para alguns, felizmente.
O Professor Cavaco Silva é algarvio, caminha para os 80 anos e tem o feitio, que está à vista de todos. Os moços e as moças marafadas (não existe, ou o computador não reconhece este regionalismo) e sem serem marafadas, diz-se, que comem na "gaveta".
Aníbal Cavaco Silva será PR até final do mandato, caso nada de mal lhe aconteça. DEUS QUEIRA QUE NÃO (sei que já se curou desta "doença", mas, e independentemente da sua vontade, ELE continua a zelar pelo Henrique)!

Pensemos, então, no "Papagaio" que, agora já não está de "serviço" (há filhos k não saem NADA aos pais. Neste caso, lamento), no qual irei votar, segundo tudo indica, e cogitemos, debrucemo-nos também sobre o Tó Costa, o "Emboçado" (ai não, este era e é o título de um excelente fado de João Ferreira Rosa), o empossado, queria eu dizer, escrever. Parece que não há governo, parece-me, tenho essa sensação. Será que eles estão em gestão, só deles, e pensam que os outros não deram por isso?Ah, não, estão a trabalhar, pois: mandaram arranjar a porta de uma das casa de banho (ou será que só há uma para aquela gente toda?), alguns acessos, rampas com "ondulações" e é só, pois, mas, como sabe, aquele edifício não foi concebido para ser Assembleia da República. Este Parlamento tem, enfim, casos diferentes, mas que devem ser integrados e vistos como qualquer outro.
As manas gêmeas Mortágua são uma "graça" (esqueci-me de qualquer "coisa" atrás, talvez prefixo, não sei), embora uma seja mais aguerrida que a outra. Será uma questão hormonal? Tenho de colocar esta questão à Ginecologista que me segue, no plano clínico, e calha bem, porque ela até votou BE.
O Professor Quintanilha (espero ter acertado no nome) cada vez está mais mignon e aqueles caracóis dão-me a volta à "cabeça". DISSE!

Dizem que o clima na terra está a mudar, mudando, como se diz na minha Beja, e até fazem cimeiras/encontros especialíssimos, onde o pessoal se "acaricia" melhor que brisas.
Aqui, no nosso retângulo, o "clima" também mudou, mas não sei por quanto tempo. Uma coligação NEGATIVA (só serve, às vezes?), hum, arbusto que não dará bons frutos", profetizo.

Ora, beijinhos e mais beijinhos para "aquecer" o contexto da amizade e da consideração.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.




Mais sobre mim

foto do autor


Comentários recentes


Favoritos


subscrever feeds