Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor


Comentários recentes

  • Anónimo

    MELHOR CASTELO DE CASO DE AMOR ONLINE PARA OBTER S...

  • Maria Beatriz de Bragança

    Amigo HenriqueDe há uns tempos a esta parte, muito...

  • Maria Beatriz Santos

    Olá, HenriqueE era uma vez um pintor, que começou ...

  • Anónimo

    Pois, enfim ...que se há dizer da má educação?São

  • Kok

    Pronto, eis-me chegado à travessa sem nada atraves...


Favoritos




Mensagem de Boas Vindas

Este blogue é feito por Amigos para Amigos, porque a Amizade é uma das melhores coisas da vida. Quem vier por bem será bem acolhido. Sejam bem vindos!

Se ainda fosse Natal

por Henrique Antunes Ferreira, em 29.12.15

Século.jpg

  

 Vou à festa!!! Venhooo da feeesstttaaa… Desde sempre a alegria de ir prá farra é dito por quem vai num tom álacre, de satisfação, à espera do que se encontrará, do que se comprará, do carrocel, da roda gigante, dos carrinhos eléctricos, do túnel do amor, da cigana Marianita que sabe a sorte da gente e conta a vida toda, são só quinze tostões e dos vendedores de panelas, a tombola vai rodar, meninas e senhoras concorram, a sorte não escolhe a felizarda, mas pode ser que desta vez… e o cavalheiro de bigode e que usa óculos, que está ali à ponta, também vai concorrer, basta comprar o número ou vários, quantos mais compre, mais pode acertar, vai andar a rodaaaa!!! Voltar é que é uma porra, com os pés a arrastar…

 

 

carrocel 33.jpg

 

Era assim quando Godofredo com os seus sete anitos, ia com os pais à Feira Popular. Que na altura tinha um significado especial: a sua receita ia para a Colónia Balnear do “Século”. Depois de percorrer todos os divertimentos ó pai posso andar no carrocel, posso comer algodão doce? Posso? Posso? E o Matias a desembolsar, os maridos existem para pagar, é só por esta vez, e a dona Gertrudes, sobraçando uma torre de tachos, o alumínio não é lá grande coisa, mas por vinte e cinco tostões é barata a feira, quando as mostrar à tua irmã Pulquéria vai-me invejar, mas a mana já viu, os fundos dos tachos são finíssimos, mais cedo do que espera vai ao fulineiro para lhes deitar uns pingos. Ela vai ter é dor de corno. De cotovelo, mulher, deixa a mana sossegada, estás sempre a dizer mal dela, Matias ela é uma ranhosa e intriguista e invejosa.

 

Faltam apenas as barracas da sardinha assada com salada de alface, cebola e muitos pimentos e vinho de barril que nem para na garganta, ó pai, eu quero comer uma bifana num papo-seco e batatas fritas, ai comes, comes uma chapada nas trombas e deixa-te de choradeiras, os meninos não têm gostos, muito menos fazem encomendas, mas ó Matias a criança não gosta de sardinhada, pronto, venha a bifana - limpa-lhe o ranho do nariz… - e pra beber um pirolito. Com berlinde, pai? Posso partir a garrafa? Matias não diz que sim, nem que não, pode haver por ali um chui e está o caldo entornado. Mas no fundo e para dentro ordena  – parte!

 

MP %.jpg

 

Acabou-se o Natal não há mais pinheiro, serrado à noite em Monsanto, proibidíssimo, meteu-se o presépio na caixa de sapatos onde fica a marinar, agora só para o ano, já se comeu a roupa velha, depois voltará à escola, à carteira fazendo dupla com o Jacinto, às folhas de papel almaço, ao quadro preto, ao giz, à Bufa (a Mocidade Portuguesa) e à dona Pulquéria e ao ponteiro e à menina dos cinco olhos e às orelhas de burro, à janela para toda a gente ver, que era o que chateava mais. Caluda seus molengões, não quero ouvir uma mosca, vamos ao ditado! Cada erro, cada palmada, seus galdérios!

 

Mas, o Jacinto a bichanar, o que foi que te deu o Menino Jesus, então não havia o Pai Natal, um cavalo com rodas, castanho com selim encanado e tudo, até rédeas. O ponteiro bateu-lhe numa orelha, doeu, mas não chorou, aguentou firme que nem uma rocha. Se ainda fosse Natal…

Autoria e outros dados (tags, etc)


24 comentários

Sem imagem de perfil

De Majo a 30.12.2015 às 08:59

~
~~ Meu afilhado querido.

Lamento não escrever um comentário mais preciso,
mas ando numa ''correria'', pois são muitos amigos,
na blogosfera são cerca de trinta, estão publicando
bastante nesta época e, como tu, precisam do meu
mimo e incentivo.

~~~~~~ Sei que compreendes. Beijinhos.~~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Imagem de perfil

De Henrique Antunes Ferreira a 30.12.2015 às 20:56

Querida Madrinhamiga

Não te preocupes, a tua vinda é sempre bem acolhida e neste tempo de Festas a maioria da malta não sabe para onde se virar...

Aproveito para te fazer um pedido. Não são €€€€€... :-)))

Diz àquelas e àqueles com te correspondes que há este blogue, para ver se tenho mais visitas e mais comentários. Como sabes, estou a recomeçar do... zero. Muito obrigado

O casal Garci.., oops, Ferreira deseja-te um 2016 menos complicado... com muitos bjs e qjs

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor


Comentários recentes

  • Anónimo

    MELHOR CASTELO DE CASO DE AMOR ONLINE PARA OBTER S...

  • Maria Beatriz de Bragança

    Amigo HenriqueDe há uns tempos a esta parte, muito...

  • Maria Beatriz Santos

    Olá, HenriqueE era uma vez um pintor, que começou ...

  • Anónimo

    Pois, enfim ...que se há dizer da má educação?São

  • Kok

    Pronto, eis-me chegado à travessa sem nada atraves...


Favoritos